domingo, 19 de maio de 2013

Primeiro Encontro da Escoliose no Brasil

Genteeeeeeeeeee que saudades de vocês!!!!!!! Antes de tudo milhões de desculpas pela falta de posts nos últimos meses...realmente estou com pouquíssimo tempo, mas o que importa é que meu coração está aqui com vocês.

Mensagens por email e na página do facebook tenho respondido normalmente, portanto, não deixem de escrever ok!

Bom, eu NÃO poderia deixar de fazer um post convidando a todos para o Primeiro Encontro da Escoliose no Brasil....tá chegandoooo gente, dia 22 de junho. Confiram todas as infos e se inscrevam no site do Projeto Escoliose, acessando ESTE LINK.

Pessoal vemmmmmmmmmm...estamos esperando vocês!!!!

Beijos grandes e com saudades deste nosso espacinho aqui! 


12 comentários:

Gabriela Ferreira disse...

Olá Júlia td bem? Com certeza já ouviu flar no Colete Boston, né? Eu uso! Minha escoliose já estava com 40° e foi preciso eu usar o colete urgentemente! Me adaptei bem Graças a Deus ao colete e criei um blog pra mim, visita? segue? Vai Júlia me ajuda, pois só tenho duas seguidoras!!

http://coleteboston.blogspot.com

seguindooo... amei seu blog e... essse livro está a venda em alguma livraria ou só aqui no blog msm?

Julia Barroso disse...

Oi Gabriela, já seguindo o seu blog!!!

Para comprar o livro: http://www.juliabarroso.com/p/onde-comprar.html

bjs

Suellen Araújo disse...

Olá pessoal!!
Se alguém puder responder fico grata :)
me chamo suellen e tenho 18 anos, nunca percebi nenhum problema de coluna.. começei a fazer curso de imobilizaçao ortopedicas, e um dia num alongamento meu noivo percebeu que um lado da minha coluna é mais alto que o outro..então ontem no estagio pedi ao medico para dá uma olhada, ele disse que é escoliose e passou um raio X diferente..que mostra toda a coluna, ele disse que é tipo um filme.. estou com medo e super triste, minha auto estima ta no chinelo :(... será q evoluira? será q mesmo com 18 anos vou precisar usar colete? gente to com medo :( ... obs.. só dá pra perceber passando a mal, que percebe q um osso é mais alto que o outro(coluna).. mas olhando.. me vendo andar assim na rua ninguem percebe.. o que acham? bjinhuus e agradeço a atençao

Julia Barroso disse...

Bom dia Suellen! Muito difícil o uso do colete com 18 anos, pois ele só é útil até o nosso crescimento,que depende de um para o outro, mas na maioria das vezes acontece até uns 16/17.

O mais importante agora é fazer o raio-x para o médico ter uma ideia do grau e assim oferecer o melhor tratamento. Pode ser que seja pequeno, fica tranquila.

beijos

Suellen Araújo disse...

Obrigadaa Julia.. mas a escoliose não evolui dps dos 18 anos né?
obrigadaa bjinhuuuus

Carla Freitas ; Rebeca Lobo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carla Freitas ; Rebeca Lobo disse...

Oi
Muito legal o seu blog!! Venha conhecer o nosso tb http://fisioterapiafreitaslobo.blogspot.com.br/
Ja te indiquei!
Abs

Bruna Filgueira disse...

Júlia, boa noite. São exatamente 01:42 da manhã e me encontro com o rosto banhado em lágrimas, mas com o coração aliviado, após a leitura de muitos posts do seu maravilhoso blog.
Primeiro, gostaria de te parabenizar pela coragem de enfrentar um trauma ( eu sei que é) de forma positiva, transformando algo literalmente doloroso em ações que melhoram a vida das pessoas.
Em seguida, vou confessar uma coisa que pouco sabem: eu tenho escoliose. Ela foi descoberta pela minha mãe, aos 7 anos, e usei o colete dos 09 aos 13 anos.
Nasci e cresci em uma cidade pequena e o período de uso do colete foi um dos piores da minha vida. Quando eu não era abordada por pessoas me fazendo perguntas sobre algo que me constrangia, como o colete, eu tinha que conviver com os apelidos no colégio, e pasme, até mesmo na rua, de crianças que eu não conhecia (sso ainda me dói ao lembrar).
Receber alta do colete, foi uma libertação, mas eu não estava curada, o problema só havia estagnado.
Mas o invisível aos olhos era mesmo a baixa auto-estima que se apoderara de mim. Me tornei alguém sem confiança e retraída, evitava as pessoas, me especializei em "não ter amigos", veja só... tudo pelo medo de alguém reparar.
Meu primeiro relacionamento sério aconteceu aos 21 anos, e só depois de mais de um ano foi que ele percebeu. Lembro que naquele dia senti muita vergonha, mas no fim, até foi bom, porque terminamos alguns anos depois, mas não por causa da minha 'coluna torta' (aliás, essa expressão sempre doeu demais em mim). Hoje tenho 26 anos e estou novamente em um relacionamento sério e muito feliz. Mas o dia em que resolvi contar meu 'segredo' trouxe de volta toda a tristeza e mágoa daquele tempo que já é tão distante... caí em prantos e meu namorado não entendia, só disse que não dava para perceber e que jamais iria deixar de me amar por isso.
Hoje, honestamente, não tenho idéia da minha curvatura, acredito que não seja tão severa, pois quase ninguém nota, mas creio ser moderada. Ainda não tenho condições financeiras para tratar com rpg, mas assim que possível, irei fazê-lo.
Enfim, ler o seu blog me fez sentir menos solitária e menos et, me fez ver que tenho um problema tratável e que não devo me envergonhar disso. Obrigada, Júlia.
Com carinho, Bruna.

Julia Barroso disse...

Oi Bruna, que lindo o que vc escreveu!!!! Tenho certeza que o seu namorado não liga a mínima para sua escoliose, pois vc é muito mais do que esse pequeno detalhe na sua vida.
Siga firme e com a certeza de esse sofrimento te fez ser uma pessoa melhor. E se voltar a te incomodar, não deixe de ir ao médico.
beijos grandes

Madadeara Felicidade disse...

Bom dia!!! Também sou portadora de escoliose crônica, e desde ontem estou andando mancando. Procurando na net algo sobre o assunto vi seu blog e gostaria de dizer que você é uma guerreira, porque não sei se eu teria a mesma coragem de fazer uma cirurgia como esta. De qualquer forma fico feliz por você ter conseguido. Também não sabia que tinha esse tipo de encontro. A partir desse que foi o primeiro passará a ter outros? Gostaria de mais informações sobre esse assunto para que eu também pudesse participar. Obrigada. Felicidades!!!

Julia Barroso disse...

Olá, obrigada pelas palavras!!! Todas somos guerreiras, vc tb é uma! Não é fácil essa vida de escoliose...você pode acompanhar novidades sempre pelo site do Projeto Escoliose e por aqui tb. Grandes bjs

Madadeara Felicidade disse...

Julia, obrigada pela consideração de responder meu comentário.
Beijos, saúde e felicidades pra ti e sua família.
Madadeara ou simplesmente > Maria.

Postar um comentário