sexta-feira, 29 de junho de 2012

Hoje TV PUC RIO

Oi pessoal! Como estão todos?

Para quem não for sair hoje a noite, aí vai uma ótima dica de programa rsrsrs. Assistir a entrevista da TV PUC RIO comigo para o programa Antena Coletiva, no canal 11 da NET, as 21h. Logo após a exibição na televisão a entrevista entra no site: 


Bóraaaaa assistir e divulgar galera!!!!! Mais um meio de conscientizar a população sobre a escoliose.

Um ótimo fim de semana a todos.



quarta-feira, 27 de junho de 2012

Quando a escoliose vira caso de cirurgia

Oi gente!!!! Hoje quero compartilhar com vocês a história da Joici, professora de biologia, 28 anos, moradora de Maringá - PR e com escoliose desde os 11 anos. Ela entrou em contato comigo pela primeira vez, no início de abril. 

Nesta época ela me escreveu: "Usei o colete e na época o médico disse que nada poderia ser feito. Minha mãe com pouco conhecimento deixou por isso mesmo. O tempo passou e fui eu atrás de tratamento. Aqui no Paraná é muito difícil um médico que trate de escoliose. Até que com muita dificuldade achei Dr. Márcio Beckhauser. Estou com 85 graus. Minha cirurgia esta marcada para o dia 26 de abril de 2012, aqui mesmo. Li seus relatos, sua história, e me identifiquei. Se Deus quiser tudo vai dar certo comigo também."

Agora em junho ela me escreveu novamente: "Minha cirurgia foi realizada no dia 24 de maio, no Hospital Santa Rita, com artrodese da T4-L3. Foi tudo feito pelo SUS, inclusive o monitoramento eletrofisiológico. Da minha primeira consulta pelo SUS até a cirurgia foram 6 meses, sendo que aqui no Paraná existem apenas dois médicos que realizam este tipo de operação, um em Curitiba e outro aqui em Maringá. Foram colocados 24 pinos e duas hastes, a minha curvatura caiu para 30 graus. O médico me disse que por causa da minha idade seria arriscado para a medula uma diminuição maior do grau. Fato que a primeira semana foi muito dolorida, fiquei no hospital cinco dias, sendo que dois na UTI. Hoje as dores são bem amenas e estou muito feliz com o resultado. Espero que minha história possa ajudar neste trabalho tão bonito que você está realizando."

Sem dúvida que essa história nos ajuda. É mais uma caso, onde o paciente recebe a notícia de que nada pode ser feito. Aí a escoliose vai para a casa dos 80 graus e acabou.....direto para mesa de cirurgia. Algo que poderia ter tentado se evitar. Tá aí para todos verem, Joici é mais um exemplo disso. Graças a Deus deu tudo certo no final.

Vejam fotos do antes e depois:








segunda-feira, 25 de junho de 2012

Programa TV Escoliose - Curvy Girls

Genteeeee está no ar mais um vídeo da TV ESCOLIOSE NA ITÁLIA. Este é muito interessante. Entrevista com uma fisioterapeuta canadense, Andrea Lebel, que está a frente, em OTTAWA, de um grupo fantástico de meninas com escoliose, o CURVY GIRLS. Eles acabaram de fazer uma caminhada lá no Canadá e no nosso vídeo mostramos as fotos de como foi. Incrível, meninas de colete, outras operadas ainda na cadeira de rodas.....é de EMOCIONAR!!!! 

Esse vídeo vocês não podem deixar de assistir galera:

ASSISTA AO VÍDEO AQUI


sexta-feira, 22 de junho de 2012

Na Mídia / In Press - Revista Poder Natural

Oi galera!!!! Olha a mídia aí nos ajudando a falar sobre este assunto tão importante que é a escoliose! A Revista Poder Natural fez uma ótima matéria, onde Dra Patricia Mentges e eu tivemos mais esta oportunidade de falar sobre o problema.

Confiram a matéria na íntegra clicando no link abaixo!

MAIS UM PONTO!!!!!!!!! Vamo que vamo!

Beijos e bom fim de semana a todos





quarta-feira, 20 de junho de 2012

Colete sem vergonha!

Gente, olha que graçaaaa a Alice de 13 anos! Quero que vocês vejam o exemplo importantíssimo que ela é para todos os adolescentes. Usa colete de Milwaukee por cima da roupa, sem sentir vergonha e ainda com sorriso no rosto!!! Parabéns Alice!

Há 8 meses a família descobriu o desvio na coluna dela, que estava na casa dos 25 graus. Começou então a usar o colete. Apenas 6 meses veio a bomba. A curva foi parar em 40 graus. Quando a gente diz que a escoliose é traiçoeira, não é a toa. Ela vai crescendo, silenciosa e de repente, vem o susto! E que susto. Agora ela foi indicada para a cirurgia e vai realizar em agosto deste ano. Vejam que lindo o depoimento da mãe de Alice:

"Sou mãe de uma menina linda, cheia de vida e de luz, que faz minha vida ser mais perfeita do que sonhei um dia. Ela é muito forte e decidida, mais sinto que ela esta triste por não entender porque isso lhe aconteceu, sendo ela tão boa menina. Confesso que também busco por essa resposta. Mas confio muito em Deus e acredito que ele tem um proposito em nossas vidas. Tenho muito orgulho dela, minha amiga de todas as horas, às vezes não sei se sou a mãe ou se sou a filha." - Rosana Costa



segunda-feira, 18 de junho de 2012

Novo programa TV Escoliose

Oi galera!!!! Está no ar mais um vídeo da Tv Escoliose "internacional". Entrevista com o conceituado, Dr. Theodoros Grivas, médico grego, ortopedista e cirurgião de coluna. O mais interessante foi ele expor, em entrevista para Dra Patricia Mentges, a importância de oferecer aos pacientes todas as possibilidades de atendimento, desde a triagem escolar até uma possível cirurgia, passando obrigatoriamente pelo tratamento conservador da escoliose.

Bóra assistir e compartilhar!!!!!!

ASSISTA AO VÍDEO AQUI

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Quando chega o dia de tirar o colete...

Oi meus queridos leitores! Aproveitando que hoje é sexta e portanto vocês tem o fim de semana inteirinho para ler bastante, vou colocar uma palinha do livro aqui! Aliás, este é um trecho que me faz chorar toda vez que leio ou me lembro deste dia tão emocionante. Quem quiser pode comprar o ebook e continuar lendo hoje mesmo, ou encomendar o livro papel e receber em alguns dias. Vejam como clicando aqui

O importante é que a verba dos meus direitos autorais das vendas dos livros são revertidas para o nosso querido e amado Projeto Escoliose Brasil. Temos muito o que fazer!!! Aliás, vocês já visitaram o site do projeto??? Então visitem, acabou de ficar pronto e está cheio de novidades: www.projetoescoliose.org

"Quando estávamos já saindo da sala, de repente, o Dr. Waldemar nos chamou de volta e pediu para olharmos bem a radiografia. Eu não estava entendendo absolutamente nada. Já estava praticamente na porta indo embora e ele me pede para voltar e analisar a radiografia?
— Julia, seu crescimento fechou! Você está vendo esse osso da bacia aqui? Ele fechou, indicando que você parou de crescer.
Juro, nem sei descrever o que senti. Eu não entendia nada de imagens de radiografia, mas sabia muito bem o que significava crescimento fechado para quem usa colete. Acho que até aquele momento da minha vida, era a melhor notícia que eu já tinha recebido. Comecei a chorar. Minha mãe nem conseguiu falar. Não conseguia acreditar que quando saísse dali já poderia ir sem o colete! Essa notícia ainda me parecia tão distante! Afinal, 14 anos ainda é fase de crescimento para a maioria dos mortais. Eu nem me importei com o fato de que seria baixinha para sempre, o que também não era novidade, considerando a altura do meu pai.
Dr. Waldemar completou:
— Você já pode tirar o colete. Mas, olha, só durante o dia por enquanto. Para seu corpo se readaptar aos poucos, precisa usar o colete para dormir durante mais um ano.
Não me importei nem de longe. O que era só dormir, depois de ter passado três anos usando 23 horas por dia? Nada! Uma cosquinha! Eu ia poder chegar em casa, deitar na cama normalmente, assistir televisão na posição que quisesse, usar roupas mais justas, sair com minhas amigas sem me preocupar, namorar, dançar, andar na rua sem me sentir um ET, ir à praia, andar a cavalo, e ainda por cima mudar de apelido, né? Finalmente!"


beijos em todos e um ótimo fim de semana com muita leitura de preferência!


quarta-feira, 13 de junho de 2012

Adolescente de colete ortopédico

Oi pessoal!!!!

Olha aí mais fotos da época com o meu velho amigo, colete de Milwaukee.


Assim como eu, muitos de vocês também usam ou usaram o colete. Eu escondia os ferros por baixo das roupas, tinha muita vergonha mesmo, mas hoje percebo que não precisava  me sentir assim. Escondendo ou não, o importante é sempre termos a consciência de cumprir todo o tratamento certinho, pois é desta forma que estamos nos ajudando e evitando um futuro problema maior. Para quem já leu o livro, A MENINA DA COLUNA TORTA, sabe que apesar de tudo, eu estava sempre assim, tentando sorrir na maioria dos momentos e levando a minha vida em frente! É isso que eu desejo para quem passa pelo mesmo problema. Pensamento positivo e força. No fim tudo vai dar certo....


Ahhh, e para quem é da família, estejam sempre do lado apoiando, pois é disso que a criança e o  adolescente que se sentem diferentes dos outros precisa!



Meu primo Pedrinho, minha irmã fofaaaaa no colo da vovó Selma e eu!

Minha irmã, papai e euzinha encoletada.

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Estreia nova série TV Escoliose

Oi gente!!!!! Todos tranquilos do feriado?

Hoje é dia hein! Dia de novidade. Estamos iniciando a nova série da TV Escoliose, com entrevistas filmadas diretamente da Itália e conversas com os maiores experts do tratamento conservador da escoliose. Muitas informações importantes e interessantes de um dos maiores congressos do assunto, o SOSORT, que este ano aconteceu na cidade de Milão.

Aproveitei o último encontro com a Patricia Mentges para tirar umas fotos dos bastidores das nossas filmagens semanais para vocês! O melhor de tudo é trabalhar se divertindo assim....


ASSISTA AO VÍDEO AQUI










terça-feira, 5 de junho de 2012

SITE PROJETO ESCOLIOSE BRASIL!!!

Pessoal, o nosso site do Projeto Escoliose Brasil acaba de ficar pronto!!!!! Eu não poderia dormir sem antes apresentar para vocês, claro!

Foi com muito trabalho em equipe e força de vontade que conseguimos fazer acontecer este espaço na internet, que nasce com muito orgulho. Lá vocês encontram a nossa missão, a definição do projeto, informações sobre o Instituto da Escoliose, a importância da detecção precoce, nossa equipe, notícias, galeria de fotos, colete e muito mais. Outra novidade é que a TV Escoliose agora faz parte do site, onde todos os vídeos podem ser assistidos e todas as infos apresentadas em um único endereço.

Visitem o nosso site e compartilhem entre os amigos, porque isso já é uma ajuda e tanto!


Muito obrigada gente! Agradecemos de coração....


Mês da conscientização da escoliose!

Galeraaaaa, vocês lembram que coloquei aqui no blog no ano passado, que junho é o mês oficial da conscientização da escoliose nos EUA? Já chegamos em junho de novo e outra vez estou aqui para pedir que todos nos ajudem a levantar esta bandeira. 

Não precisa muito, basta compartilhar a informação de que este mês é O MÊS! Foi no dia 09 de junho de 2008 que a National Scoliosis Foundation lançou esta campanha. E nós estamos aqui para replicar essa grande ideia pelo nosso país!!! 

O Projeto Escoliose Brasil apóia totalmente a campanha! No site, que aliás está prontinho e cheio de informações, temos a contagem regressiva de quantos dias ainda temos para fazer BARULHOOOOO.


Vamo que vamo!!!!

domingo, 3 de junho de 2012

Quando a cirurgia da escoliose é no adulto

Oi gente!!!!! Andei sumida né? Mas hoje, domingão, estou aqui para compartilhar com vocês a história da Verônica, que descobriu a escoliose com 7 anos e só foi operar depois de 43 anos....

A coragem e segurança que lhe faltou ao longo dos anos, veio com a ajuda de um psicanalista. Eu a conheço pessoalmente e ela é o máximo. Uma mulher incrível! Depoimento de gente guerreira. Leiam só:


"Descobri a escoliose com sete anos, porque na minha época era obrigatório fazer um exame na escola chamado, abreugrafia. Ali apareceu a escoliose. A partir de então, minha mãe começou a busca por tratamento e médicos. Entrei na natação e nadava uma hora por dia, cinco vezes por semana. Além disso, fazia fisioterapia na ABBR (Associação Brasileira Beneficente de Reabilitação). Quando eu estava com 11 anos perceberam que a escoliose estava piorando e que precisavam contê-la. Comecei então a usar o colete de Milwaukee e fiquei com ele até os 15 anos. A escoliose estabilizou. O mais estranho é que depois que o médico me liberou, demorei cinco meses para me libertar de verdade dele. Aquilo era o meu braço. Sem o colete me sentia totalmente insegura. Tudo isso mexe muito psicologicamente também, mas consegui administrar muito bem. Achava que o meu problema não era nada perto de outros que eu via na ABBR. O meu próprio médico me pedia para conversar com os adolescentes que não queriam usar. Até consegui namorar com 14 anos, enquanto usava o colete. Mas foi tudo muito sofrido. Eu sentia muitas dores. Tinha uma ferida crônica no queixo e nas costas, por causa do atrito na pele. Mas sempre tentei me superar. Minha mãe fez tudo que ela pôde por mim. Até médico na Escócia ela marcou. Com o tempo o desvio foi piorando, a ponto de perceber visualmente, e as dores ficaram mais presentes e mais fortes. Com 40 anos procurei um médico e aí escutei que tinha escoliose progressiva. Decidi não operar nessa época e piorei demais. Depois de anos, o meu psicanalista me ajudou muito e foi fundamental para eu me libertar e me sentir segura para operar. Oito meses depois, me operei nos EUA, com 50 anos de idade e 82 graus de escoliose. Fiz a minha escolha de médico, avaliando quais eram as técnicas utilizadas por ele. Acho que temos que ficar atentas a isso. A cirurgia foi a minha liberdade. Para quem está insegura de realizar a cirurgia, tenha consciência de que não é só a estética que está em jogo. Você está colocando órgãos fundamentais, como o coração e o pulmão, em risco. Não pode deixar para lá. Nunca, nunca pare de fazer atividade física. Essa é a minha maior dica. Ela é fundamental para a parte respiratória, muscular e mental. Isso ajuda a sustentar a coluna e foi o que mais me ajudou a vida inteira, inclusive na hora de operar. Outra dica é não ter medo de escutar várias opiniões médicas, para se sentir o mais segura possível na hora de tomar sua decisão." (Verônica Santanna, 54 anos, Psicopedagoga — Rio de Janeiro, Brasil)